sexta-feira, 3 de junho de 2011

Nós Curitibanos



Nesses dias de céus azuis extremamente belos com o sopro gelado nas ruas, fiquei pensando no charme que é ser curitibano. Com nossos cachecóis e balanços naturais de pernas que varia de curitibano para curitibano. Um conhaque com chocolate para acender os olhos na fria escuridão que chega às seis da tarde. Óh terrinha bonitinha essa nossa Curitiba. Curitibanos, o que somos? Somos os típicos mal-humorados? Não. Depende de qual curitibano você se refere. Curitibanos são raros e dão um sorriso com o coração quando realmente gostam de alguém. É claro, o fechadão também é um tipo de curitibano, mas fechadão existe em qualquer cidade e não falaremos disso agora. Comentaremos sobre o charme sim o charme novamente de ser curitibano. Um charme delicado como luva, elegante como um casaco até os joelhos, amável como cada pedacinho que nossos olhos viajam em Curitiba. As risadas nas esquinas, o passeio nas praças, o sol no parque, um passeio pelo lugar preferido, um café na tardinha, o pôr-do-sol visto lá do alto... A parada para escrever entre a correria, que todos falam, todos comentam e eu sei bem como é. Parada aqui também para ouvir os pássaros e falar de mim de você curitibano.


Ps. Ah, sim, não mencionei eu não sou apreciadora do inverno rigoroso. Meus amigos estão sem cabelo, para não usar aqui o clichê, carecas, de saber, mas estão. Mas, se o verão tem todas suas cores e suas pernocas a mostra. O inverno, eu devo admitir, têm, têm... Seus cobertores macios com cheirinho, com cheirinho também os abraços mais calorosos, têm os olhos brilhantes na noite gelada e negra.


Nós Curitibanos
Débora Corn

4 comentários:

  1. Texto bonito Débora. Me levou de volta à amada Curitiba das ruas coloridas pelas roupa de frio. Tenho saudade de tantas coisas bonitas...

    ResponderExcluir
  2. ah obrigada Guilherme! Que bom que te trouxe saudade de coisas bonitas... ;)

    ResponderExcluir